sábado, 1 de dezembro de 2012

Maranharte Informa: XII ENCONTRO HUMANÍSTICO




XII ENCONTRO HUMANÍSTICO
Patrimônio, Memória e Comtemporaneidade
3 a 7 de dezembro de 2012


Em 2012 a cidade de São Luís do Maranhão comemora seus 400 anos e fundação. Esse ensejo festivo que tal data tradicionalmente faz emergir, tanto no poder público quanto nos demais setores da sociedade, transforma, ainda que de forma momentânea, as noções, representações e relações sociais que dão movimento ao cotidiano do município. Assim, nota-se um aumento da participação do erário em obras que se pretendem converter em marcos para o desenvolvimento da cidade, sente-se um apelo comercial para fomentar o segundo setor em toda a sua cadeia, e percebe-se a sociedade civil lutando ainda mais pelos direitos daqueles que foram alijados do processo de desenvolvimento social que deveria chegar a todos. Nesse efervescente ambiente de ideias e ações tem-se o Encontro Humanístico chegando a sua décima segunda edição. Esse evento, que ano a ano reitera o compromisso de continuar criando um espaço acadêmico dinâmico, crítico e reflexivo para as áreas que compõem o Centro de Ciências Humanas da UFMA (UFMA), propõe, para esta edição, alargar os horizontes interdisciplinares para as iniciativas de pesquisa e extensão em Artes Visuais, Ciências Sociais, Filosofia, Geografia, História, Letras, Música, Psicologia, Teatro e áreas afins. Assim, espera-se que esses 400 anos de São Luís sejam revisitados numa perspectiva de múltiplos olhares e diversas concepções metodológicas. Nesse contexto, o XII Encontro Humanístico traz o tema “Patrimônio, Memória e Contemporaneidade” e pretende por em tela estudos que discutirão criticamente a história e a atualidade da cidade em suas dimensões culturais, sociais, econômicas e políticas.

(trecho do texto de Prof. Dr. Ricieri Carlini Zorzal - DEART/UFMA - Coordenador Geral do XII Encontro Humanístico)


Palestras, minicursos e mesas-redondas que falarão da linguagem e da literatura maranhense:


DIA 3 DE DEZEMBRO
14h às 17h - Credenciamento (Hall do CCH)
Inscrição (Sala de Apoio)

DIA 4 DE DEZEMBRO
14h às 16h - Mesas Redondas
Políticas Públicas para o Patrimônio Imagético e Sonoro do Maranhão
Local: Auditório B - Prof. José Ribamar Chaves Caldeira - Térreo
CCH – UFMA
Adalberto Luiz Rizzo de Oliveira (DESOC/UFMA) - Coordenador
Alexandre Fernandes Corrêa (DESOC/UFMA)
José Murilo Morais dos Santos (DAV/UFMA)
Jeovah França (SECMA)

Cidade e memória: (re) configuração do espaço em São Luís com a expansão
do capitalismo (1970/2010).
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 1 - CCH - UFMA
Marcelo de Sousa Araujo (NEPS/DEHIS/UFMA) - Coordenador
Baltazar Macaíba de Sousa (NEPS/DESOC/UFPB)
Rodrigo Antonio Iturra Wolf (DEFIL/UFMA)


O patrimônio com símbolo mercadológico em São Luís do Maranhão
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 3 - CCH - UFMA
Célia Maria da Motta (Ciências Sociais-UFMA) - Coordenadora
José Augusto Borges Vaz
Raimundo Campos Castro Júnior


DIA 5 DE DEZEMBRO


14h às 16h - Mesas Redondas

Topônimos: o entrelaçamento do novo e do antigo nas ruas e praças
de São Luís
Local: Auditório B - Prof. José Ribamar Chaves Caldeira - Térreo - CCH – UFMA
Teresinha de Jesus Baldez e Silva – DELER -
Antonio Cordeiro Feitosa – DEGEO
Márcia Manir Miguel Feitosa – DELER

DIA 6 DE DEZEMBRO

14h às 16h - Mesas Redondas

Patrimônio e memória do medievo
Local: Auditório A - Prof. Mário Meireles – Térreo - CCH - UFMA
Johnni Langer (DEHIS/UFMA) - Coordenador
Philipe Luiz Trindade de Azevedo (UFMA/FAPEMA)
Luciana de Campos (GEM/UFPB)
Mestrando Pablo Gomes de Miranda (NEVE/UFRN).


DIA 7 DE DEZEMBRO

14h às 16h - Mesas Redondas

Patrimônio cultural em profusão: Novo boom da memória e da identidade
na atualidade.
Local: Auditório A - Prof. Mário Meireles – Térreo - CCH - UFMA
Alexandre Fernandes Corrêa (DESOC/UFMA) – Coordenador.
César Roberto Castro Chaves (PGCult/UFMA)
Dayrlene Penha Neves (UFMA)
Keyla Cristina Santana Pereira (UFMA)

Faces da Athenas Brasileira: arqueologia de um repertório de memória
e identidade.
Local: Auditório B - Prof. José Ribamar Chaves Caldeira – Térreo - CCH –
UFMA
Antonio Evaldo Almeida Barros (UFMA) - Coordenador
Wagner Cabral da Costa (UFMA)
Manoel de Jesus Barros Martins (UFMA)


MINICURSOS


Analise do Patrimônio a partir do Materialismo Histórico
Prof. José Augusto Borges Vaz
1° Andar - Bloco 2 - Sala 1 - CCH – UFMA

Cidade e memória: a (re) configuração do espaço em São Luís com a
expansão do capitalismo (1970-2010).
Prof. Ms. Marcelo de Sousa Araujo
Prof. Dr Baltazar Macaíba de Sousa
Prof. Jose Arnaldo dos Santos Ribeiro Junior
Auditório A - Prof. Mário Meireles - Térreo - CCH – UFMA

Linguagens, códigos e representações sociais: patrimônio e memória
ludovicense
Prof. Ms. Heridan de Jesus Guterres Pavão Ferreira
Prof. Agnaldo Pereira Libório
2° Andar - Bloco 2 - Sala 2 - CCH – UFMA


PROGRAMAÇÕES ARTÍSTICAS

DIA 5 DE DEZEMBRO
10h - PEÇA- Memórias do subsolo
Local: Teatro de bolso
16h - PEÇA- Um dedo por um dente
Local: Hall do CCH



DIA 6 DE DEZEMBRO
10h - VÍDEO- Pedaços de mim
Auditório B - Prof. José Ribamar Chaves Caldeira – Térreo - CCH – UFMA
16h - Mulheres Negras
Local: Teatro de bolso - Bl. 06 - 2 Andar
20h - Negro Cosme em Movimento, Igor Nascimento
Local: Barco Rampa e Agora

DIA 7 DE DEZEMBRO

COMUNICAÇÕES ORAIS

Dia 4/12/2012 (terça-feira)

Eixo 7. Linguística, Memória e Tradição Oral,
Coordenador: João da Silva Araújo Júnior
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 4 - CCH - UFMA
Açaí: mundialização e saúde no discurso sobre a ciência
Glória da Ressurreição Abreu França
Entre várzeas e igarapés: o universo semântico-lexical da juçara, no distrito
de Maracanã - ma
Késia Rafaelle Ribeiro Andrade
Menina olha a panela! Segredos culinários de mãe para filha.
Ana Letícia Burity da Silva

Dia 5/12/2012 (quarta-feira)
Eixo 1 - História e Memória
História, intelectuais e memória
Coordenação: prof. Dr. Dorval do Nascimento, DEHIS-UFMA
Local: 1° Andar - Bloco 2 - Sala 2 - CCH – UFMA
Antônio Lobo e a construção do intelectual neo-ateniense
Patricia Raquel Lobato Durans
A sociedade enquanto instituição imaginada culturalmente: um estudo sobre Manoel Beckman.
Mailson Gusmão Melo
O jornal Cidade de Pinheiro e o processo de industrialização local
Samir Lola Roland
Memórias da educação em Santa Quitéria do Maranhão: histórias de
professoras primárias (1940-1990)
Yara Raquel Monte Coelho Corrêa
Museu histórico e artístico do Maranhão: suas histórias memórias.
Brenda Rodrigues Coelho Leite
Kláutenys Dellene Guedes Cutrim

Eixo 8. Literatura e Contemporaneidade
Coordenador: João da Silva Araújo Júnior
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 2 - CCH - UFMA
João do vale: segredos que o sertanejo sabe - elementos da música popular do poeta que canta a sua terra.
Vanessa Chaves Mendonça Martins
A resistência negra na narrativa de Josué Montello: compreendendo como Os tambores de São Luís exaltam a cultura negra.
Denise Maria Soares Lima
Marcelo Nicomedes dos Reis Silva Filho

Dia 6/12/2012 (quinta-feira)
Eixo 7. Linguística, Memória e Tradição Oral,
Coordenador: João da Silva Araújo Júnior
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 4 - CCH - UFMA
Pregão: um canto que não pode calar
Lívia Fernanda Diniz Gomes
São Luís 400 anos: leitura e produção de cordéis como um mecanismo
de reflexão no projeto entretextos.
Camila Nascimento Lima Silva
Thayslanne Silva Baldez
Katiellen Andrade de Sousa
São Luís: a única capital brasileira fundada por franceses e as controvérsias
deste enunciado.
Lidiane Silva E Silva
Designação e ponto de vista: o nome dos Brasileiros na França
Glória da Ressurreição Abreu França

Dia 7/12/2012 (sexta-feira)
Eixo 8. Literatura e Contemporaneidade
Coordenador: João da Silva Araújo Júnior
Local: Térreo - Bloco 1 - Sala 2 - CCH - UFMA
O ideal de mulher, a mulher ideal na primeira metade do século XIX:
Úrsula, personagem do romance de Maria Firmina dos Reis.
Melissa Rosa Teixeira Mendes
O Maranhão e a autoficção: sonhos, estratégias e realidade.
Flaviano Menezes da Costa

PAINÉIS

Local: Entre os auditórios – CCH - Térreo
Dia 4/12/2012 (terça-feira)
Eixo 4. Patrimônio Artístico e Cultural
As linguagens que emanam do cacuriá: um movimento cultural ou uma
linguagem sensualista da realidade?
Moises Garcês Silva
Guia para Afinação de Tambores
Daniel de Jesus Aranha Lima
Os elementos básicos da linguagem visual no tambor de mina
Wgercilene Machado Martins
Patrimônio, cultura e guerra na sociedade escandinava da era viking
Rennata Pinto dos Santos
Poder e Patrimônio: Reconhecimento ou dominação das manifestações
de cultu-ras e religiões populares?
Conceição de Maria Teixeira Lima
Registro da memória da baixada maranhense: estátua de são sebastião
Jéssica Mendes da Silva
Aliadne Raissa Maramaldo Souza
Jacimara Sarges Abreu
Sob as bençãos de São Pedro: A Festa dos bois na Capela de São Pedro
como símbolo de Maranhensidade.
Calliandra Sousa Ramos
Tecendo a vida com linha do bordado: A história de Gauiúba a partir dos
olhares das bordadeiras.
Lígia Rodrigues Holanda
Timbilas de moçambique: obra-prima do patrimônio oral e intangível da
humanidade
Luciano Borges Barros

Dia 6/12/2012 (Quinta-feira)
Eixo 7. Linguística, Memória e Tradição Oral,
Memória e Identidade: Festa do Bumba-boi
Paulo Roberto Mourão do Nascimento
Tradição e modernidade: um glossário eletrônico da linguagem do micro e do pequeno agricultor de cana-de-açúcar do Maranhão
Luís Henrique Serra

Eixo 8. Literatura e Contemporaneidade
Decadência, solidão e morte em noite sobre alcântara: uma análise dos
aspectos históricos do romance de josué montello
Anne Karoline Bezerra Dias
Gênero e representação: uma análise do feminino em leonor de mendonça
de gonçalves dias
José Carlos Lima Costa



O programa completo , vocês encontram no site oficial do encontro.

 http://www.encontrohumanistico.eventos.dype.com.br/site/capa



sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Caminhos das Pedras: 6ª Edição da Feira do Livro de São Luís



Infelizmente, encerra neste domingo (dia 02) a 6ª Edição da Feira do Livro de São Luís, que este ano veio com o já esperado tema "São Luís, 400 anos escrevendo nos livros sua história", trazendo como homenageada do evento  a própria cidade de São Luís. A outra novidade foi localização do evento: o CEPRAMA.

Em entrevista concedida para o Jornal Pequeno, o Presidente da FUNC, Euclides Moreira Neto, destacou:

"Dedicaremos este momento singular em memória de uma pessoa que representa tanto para a cultura popular desta cidade e, que foi uma grande e persistente guerreira, junto a Func, para empreender os projetos a ela destinados".

Também segundo o jornal, muitas crianças e jovens participaram pelo menos de 30 oficinas, assistiram 36 espetáculos teatrais, 47 contações de histórias,  jogos e brincadeiras. Isso tudo para um um público de aproximadamente 15 mil crianças e adolescentes, agrupadas em mais de 150 escolas.

Para jovens e adultos, estandes de livros, palestras e rodas de conversa no auditório Quartocentenário e Café Literário, além dos lançamentos e relançamentos de livros na Casa do Escritor.

“Ao todo 65 espaços entre Auditórios, Teatros, Espaço Infantil, Troca-troca Literário, Estandes Institucionais, Tendas Temáticas, Praça de Alimentação e o Espaço dos Livros fizeram a estrutura da Feira, cada um com uma programação especial e direcionada para um público específico.Somente nesta edição da feira foram lançados e relançados por escritores locais 32 títulos. Cerca de 50 palestras, rodas de conversa e bate-papo realizados durante a Feira no auditório Quartocentenário e no Café literário.” (fonte: Jornal Pequeno)

Avalio essa sexta edição como uma ação de MUITA garra e persistência. 

A estrutura desta edição é bem cuidada (e as reproduções e fotos, belíssimas), os espaços são pequenos, mas bem confortáveis e tudo parece ter uma harmonia e leveza que não vi nas outras edições. Não temos imortais nos Cafés Literários, temos poucos acadêmicos apresentando os resultados de suas pesquisas sobre a cultura maranhense, mas o público ainda acompanha e, melhor, ainda continua a comprar o que é realmente importante nesta feira: os livros.   Arejado como o próprio CEPRAMA o é, essa Feira é um pequeno perfume que guarda a nossa melhor fragrância.

A programação e as atividades da Feira do Livro seguem até domingo, funcionando das 13h às 21h, nas áreas interna e externa do Ceprama (Madre Deus).

Programação dos dois últimos dias:

Dia 01.11 (sábado)
Auditório Quartocentenário
14h às 16h - Oficina de mediação de Livros Infantis - Rede Leitora Ler Pra valer
16h30 às 18h - Mesa Redonda: O Livro, elo cultural entre Raças - Conselho de Biblioteconomia
19h às 20h – Palestra: Cinema e Literatura no Maranhão - Francisco Colombo
20h30 às 21h30 - Bate-papo com o escritor convidado Ricardo Chacal

Café Literário
16h às 17h - Recital Poético - Leda Nascimento/ Patrick Ribeiro
17h às 18h – Bate-papo sobre Culturas Identitárias (Plano Municipal de Cultura)
18h30 às 19h30 - Apresentação do Projeto Palco das Letras (Plano Municipal de Cultura)/ Performance Poética com Janderson Borba
20h às 21h - Uma Análise dos Direitos e Deveres do Cidadão na Abordagem Policial. Uma Visão sobre a Origem e Forma de Atuação da Organização Criminosa - PCC (Primeiro Comando da Capital) - Cadete Aleksandro FerreiraRamalho(Polícia Militar -PMMA)/ Cadete PM Wesley Pessoa de Moura (Polícia Militar -PMMA)

Casa do Escritor
15h às 16h - Vila Camará - Carlos Scanssetti
16h às 17h - Gênero Política e Poder Conhecimento Feminista e Relação de Gênero no Norte e Nordeste - Mary Ferreira
17h Às 18h - São Luís: Memória e Tempo/ São Luís e Cartões Postais/ Álbuns e Lembranças - Prof. Guimarães
18h30 às 19h30 - Herança Quilombola Maranhense - História e Estória - Joseani Maia
20h às 21h - "Escripta Rudimentar" Uma Polêmica entre Antônio Lobo e Barbosa de Godois - Caroline Castro Licas

Espaço Infantil (Semed)
14h - Contação de história
Recepção com grupo de animação
Pintura artística
Oficinas de: Ilustração, Conto, Poesia e Tangran
Espaço Sesc (Programação adulto e infantil)
16h – Hora do Conto: “Baú de Histórias” – Grupo Xama Teatro
17h30 – Espetáculo Teatral Infantil “Conta a lenda aqui no Boqueirão” – Grupo: Gamar
18h30 – Espetáculo Teatral Adulto “O Maranhão na guerra da Balaiada” – Grupo: Oficina Afro de São Luís
19h30 – Espetáculo Teatral Adulto “O Mulato” – Grupo: Drão


Dia 02.12 (domingo)

Auditório Quartocentenário
14h às 16h - Atividades Lúdicas - Biblioteca Municipal José Sarney
16h30 às 18h - Mediação de Leitura - Rede Ler Pra Valer
19h às 20h - Palestra: Política Cultural do Livro e Leitura - Prof. Battista Soarez.

Café Literário
16h às 17h - Caminhos que levam à escola pelas mãos de Nietzche, Freud e Marx - Prof. Luís Câmara
17h às 18h - Mesa Redonda sobre Música: Josias Sobrinho/Silas (Plano Municipal de Cultura)
18h30 às 19h30 - Mesa Redonda sobre Música: Josias Sobrinho/Silas (Plano Municipal de Cultura)

Casa do Escritor
15h - Ecologia e Criatividade - Moises Matias
17h - História Antiga Medieval/ Viagens e Viajantes: Culturas Imaginário e Espacialidade - Adriana Maria Zierer e Ana Livia Vieira
18h - E-Book: O Mar De Upaon Açu Antologia Nacional Crônicas/ O Conto Brasileiro Hoje - Samuel Farias Filho
19h - Mestre Felipe por Ele Mesmo - Sérgio Luís Aguiar da Costa
20h - Gestão Democrática: Representações e Potencialidades na atuação do conselho diretor e na construção do Projeto Político e Pedagógico Universitário em São Luís (1989 - 1997) - Sandra Regina Rodrigues Dos Santos
Espaço Infantil (Semed)
14h - Contação de história
Recepção com grupo de animação
Pintura artística
Oficinas de: Ilustração, Conto, Poesia e Tangran
Espaço Sesc (Programação adulto e infantil)
16h – Hora do Conto: “Contações Infantis” – Grupo: Tapete Criações Cênicas
17h20 – Espetáculo Teatral Infantil “O circo pequenino”
18h20 – Espetáculo Teatral Adulto “Gonzaga e Nazarena”
19h50 – Performance Poética – César Borges