quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Concurso Literário de São Luís 2014

A vocação da capital maranhense para a produção literária garantiu à cidade o epíteto de Atenas Brasileira. Uma das iniciativas da Prefeitura de São Luís é fomentar o surgimento de novos escritores por meio do concurso literário Cidade de São Luís, premiando oito escritores em sua trigésima quinta edição. Eles foram recebidos pelo presidente da Fundação Municipal de Cultura (Func), Francisco Gonçalves, na Fonte do Ribeirão, na última sexta-feira (29), às 17h, para solenidade de premiação.

Estiveram presentes na solenidade o professor Leopoldo Vaz, representando a Academia Ludovicense de Letras; o historiador Benedito Buzar, presidente da Academia Maranhense de Letras, e a professora Márcia Manir, presidente da Comissão de Avaliação do Concurso Literário Cidade de São Luís.

Para o presidente da Func, Francisco Gonçalves, a escolha da fonte como local da premiação foi uma forma simbólica de estreitar o campo da literatura com a cidade. “A cidade de São Luís sempre serviu como fonte de inspiração para a criação literária. Prova disso são as publicações premiadas pelo concurso que fazem com que autores e leitores possam abraçar a cidade e valorizar os espaços por meio do imaginário que a literatura proporciona”, lembrou.

Márcia Manir ressaltou a qualidade das obras premiadas durante o processo de avaliação. “Ficamos muito impressionados e bastante contentes com o resultado do concurso. As obras passaram por uma avaliação criteriosa com julgadores tanto da cidade quanto de outros estados. A surpresa foi saber que a maioria dos autores premiados são escritores jovens e que estamos com novos talentos na literatura maranhense”, afirmou.

Quatro dos escritores premiados participavam de um concurso literário pela primeira vez. O ineditismo das obras revelou o talento de jovens escritores ainda em formação. É o caso da estudante de jornalismo, Sabryna Castro, de 20 anos, premiada com o romance “Cafés Amargos”. “A ideia do livro veio a partir de um conto que escrevi para uma disciplina do curso de Comunicação. O conto foi bastante elogiado e eu ampliei a história em mais capítulos até formar um romance”, explicou.

No enredo, a autora conta a história de um jovem que sonha em publicar o primeiro livro. Ao conseguir a realização do sonho, ele tem que lidar com o sucesso repentino e a decadência de sua vida pessoal.

fonte: site da func